Bem-estar

30/05/2019 08h00

Hipnose Clinica funciona?

Sim, ela realmente funciona e traz e excelentes resultados!

Por Venâncio Braz

Pixabay
Design sem nome (2)

Hipnose Clinica

Quando se usa a hipnose para tratar um problema físico ou psicológico, chamamos o processo de hipnose clínica ou de hipnoterapia. A hipnose pode ser definida como um estado alterado de consciência ou percepção. Em termos simples, a hipnose é um estado de profundo relaxamento no qual o consciente e o inconsciente do paciente podem ser focalizados para ficarem mais receptivos à sugestão terapêutica.

O subconsciente é a camada da mente onde estão os problemas das pessoas. Ele é o responsável pelas emoções, pelo instinto de auto-preservação, pelos hábitos, pela imaginação e pela memória subconsciente. Esta última, preserva as situações de relevância emocional que aconteceram na vida da pessoa desde a mais tenra idade. Estes eventos moldam as reações emocionais e os comportamentos que as pessoas terão ao longo de suas vidas. Então, o indivíduo passa a ter certos comportamentos e pensamentos disfuncionais por conta de vivências anteriores das quais muitas vezes ele nem se lembra conscientemente... a hipnose busca a melhor maneira de resignificar essas memórias em seu inconsciente.

É uma terapia com resultados alcançados em um período de tempo bem menor que outras formas de tratamento.

Uma análise publicada pela revista American Health Magazin elaborada pelo psicólogo americano Alfred A. Barrios Ph.D. revelou as seguintes percentagens de recuperação em pacientes que se submeteram a três diferentes formas de terapias para depressão:

- Psicanalise : 38% de recuperação após 600 sessões (cerca de 11 anos e meio)

- Terapia comportamental: 72% de recuperação após 22 sessões (cerca de 6 meses)

- Hipnoterapia: 93% de recuperação após 6 sessões (cerca de um mês e meio)

Em que problemas emocionais ou físicos a hipnose pode ser usada?

Na Psicologia: tratamento do tabagismo, emagrecimento, fobias, depressão, ansiedade, problemas sexuais, alcoolismo, problemas de fala, terapia de regressão de idade, dores crônicas, melhorar auto-estima e fortalecer o ego, melhorar a concentração ou memória, dificuldade de aprendizagem, preguiça crônica, falta de disposição, preparação para provas e vestibular , compulsões, transtorno do sono, síndrome do pânico.

Na Medicina: preparação de pacientes com indicação cirúrgica, em anestesia e cirurgias, doenças psicossomáticas, ginecologia e obstetrícia, controle de sangramento, tratamento de queimaduras, dermatologia, emagrecimento (instalação de balão Gástrico), pediatria (enurese noturna, pesadelos, timidez e inadaptação), controle da dor, controle de vícios .

Na Odontologia: como  indução  anestésica para procedimentos, medo de ir ao dentista, cirurgia odontológica, bruxismo, controle de sangramento, controle da salivação excessiva e da dor.

Na fonoaudiologia: problemas de fala, gagueira.

Na fisioterapia do esporte: preparação para atletas, anestesia em caso de traumas, stress pós traumático...

Como funciona ?

1 ª Etapa – É feita uma pequena entrevista investigando obre as possíveis causas que levam ao desenvolvimento do problema ou dificuldade.  Depois de estabelecida a relação inicial de confiança e segurança entre terapeuta e cliente e estabelecidos todos os objetivos terapêuticos, todas as dúvidas

2ª Etapa - O cliente coloca-se de forma confortável, fecha os olhos e passa por um relaxamento tem uma sensação de paz, calma e tranquilidade. Baixa-se a frequência mental, fixando-se um nível, a que chamamos de sono terapêutico

3ª Etapa – O profissional conduz o paciente a um transe mais profundo onde é deixado de lado o filtro crítico da mente consciente para que a mente inconsciente permita observar os assuntos em questão com uma nova e clara visão, concordando com as mudanças que serão propostas. Nesta etapa pode ser feito também a analgesia e anestesia induzida, se for o caso.

4ª Etapa - Em estado de transe, inicia-se a terapia. Novas ideias e “sugestões” combinadas antes de iniciar a hipnose, são dirigidas diretamente ao inconsciente com o objetivo de efetuar as mudanças pretendidas, caso o seu modo de lidar com o trauma esteja lhe causando algum impedimento na vida.  Durante o transe hipnótico, o cliente ficará consciente e ouvirá tudo que for dito.

5ª Etapa - No final do trabalho, o cliente é tirado do estado de transe e volta ao seu estado normal. Qualquer sugestão utilizada para produzir o estado hipnótico será então removida.

Segue-se uma conversa final e a conclusão da sessão.

Através da hipnose o cliente poderá ter fácil acesso aos seus recursos internos e com isso promover a sua melhora, resolver os seus problemas e traumas, atingir suas metas...

Realizada por um profissional capacitado a hipnose não oferece risco algum a saúde mental, e sim maior compreensão, aceitação e superação dos fatos.

Venâncio Braz é Hipnoterapeuta

 

X