Bem-estar

28/02/2018 09h30

Não fique parado!

Conheça os perigos do sedentarismo: o que a falta de exercícios físicos pode fazer com a sua saúde

Por Nosso Bem Estar

Pixabay | Pxhere
M21

A falta de exercícios físicos na rotina é algo muito grave, que pode trazer diversos prejuízos à saúde.

A falta de exercícios físicos na rotina é algo muito grave, que pode trazer diversos prejuízos à saúde. As desculpas quase sempre são as mesmas:  falta de tempo, preguiça e cansaço.

O que é sedentarismo?

Uma pessoa sedentária é aquela que gasta poucas calorias, por dia, em atividades físicas - nem sempre relacionadas a esportes. Pode ser uma caminhada de meia hora, limpar a casa vigorosamente, praticar jardinagem, subir vários lances de escada, etc.

Quando se come mais do que se gasta energia, a obesidade pode surgir. A inatividade física associada à má alimentação é ainda pior. É um fator de risco para várias doenças, como: hipertensão arterial, diabetes, aumento do colesterol ruim, doenças cardíacas, envelhecimento precoce, entre outras.

Além das doenças crônicas citadas acima, o sedentarismo também pode ocasionar problemas nos ossos, como artrite e osteoporose. Assim, eles ficam fracos e quebradiços, gerando danos graves à saúde ao sofrer uma simples queda.

Os perigos de ficar parado

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 60% da população brasileira é inativa, causando 5,3 milhões de mortes anuais por conta da falta de exercícios físicos. Para comprovar a gravidade da situação, o jornal inglês The Lancelot publicou uma reportagem com os hábitos de pessoas de 45 anos ou mais, moradores dos Estados Unidos, Europa Ocidental e Austrália.

O resultado: todas as pessoas trabalhavam em escritórios. Por isso, passavam pelo menos oito horas diárias sentadas em frente ao computador ou realizando tarefas administrativas, o que significa propensão à morte prematura, em comparação aos praticantes de atividades físicas.

Isto é: ficar sentado a maior parte do dia, com pouca ou nenhuma atividade física associada, aumenta em 9,9% as chances de morte. A redução acontece pela metade quando se fica quatro horas sentado, apenas, com uma hora de exercício por dia.

Em relação aos brasileiros, as estatísticas também não são animadoras. Muito pelo contrário: 45,9% são sedentários. E as mulheres são as que menos se movimentam: 50,4% delas não praticam atividades físicas.

Esse é o resultado de uma pesquisa divulgada pelo Ministério do Esporte. Seus dados revelam que 45,9%, das pessoas não praticavam atividades físicas moderadas em sua rotina. A falta de tempo foi a grande culpada na maioria dos casos (69,9%), mas a falta de motivação e preguiça responde pelo restante da porcentagem (30,1%).

Pequenas mudanças diárias

Uma pessoa pode deixar o sedentarismo de lado se adotar pequenas atitudes. Não é preciso praticar horas de exercícios físicos, basta apenas fazer mais caminhadas ou outras atividades semelhantes, que incluam algum esforço físico. Assim, gastando mais calorias no dia a dia e tendo uma alimentação balanceada, poderá ter o peso ideal.

Você pode deixar o carro em casa para ir à padaria ou ao supermercado no início ou fim do dia; trocar o elevador pelas escadas; colaborar na limpeza da casa; passear por algumas quadras com o cachorro; brincar com as crianças no parque; etc.

Porém, se você quiser praticar atividades físicas mais fortes, como esportes ou academia, recomendamos a avaliação de um profissional de saúde.

 

X